‘Viver, Experimentar e Sentir’ é premiado no FIACULT

O vídeo promocional do Roteiro Termas e Longevidade nominado “Viver, Experimentar e Sentir” ficou classificado em terceiro lugar no Festival Internacional Audiovisual de Cultura e Turismo – FIACULT, na categoria Destinos: países, cidades e municípios.  O vídeo apresenta, em formato de curta metragem, as experiências proporcionadas pelo roteiro composto pelos municípios de Veranópolis, Vila Flores, Cotiporã, Protásio Alves e Nova Prata.

O Fiacult busca valorizar filmes e produções audiovisuais que promovam os setores do comércio, cultura e turismo. O vídeo concorreu com outros 41 inscritos de diversas regiões brasileiras e do exterior na categoria Destinos.  A pré-classificação aconteceu em Florianópolis e a final na cidade de Castel Franco / Itália, no final do mês de novembro. Conforme o regulamento, o terceiro lugar receberá um Certificado, que será enviado para Secretaria de Turismo de Veranópolis, hoje sede da coordenação do Roteiro Turístico Termas e Longevidade.

O vídeo, juntamente com os outros classificados, foi veiculado em painéis por uma semana na região do Vêneto, evidenciando a importância da participação no festival como mais uma forma de promover o turismo da região.

No ano passado, o vídeo promocional de Veranópolis ganhou o prêmio Cubo de Cristal na mesma categoria no Festival, avaliado entre 23 vídeos brasileiros e estrangeiros.

Confira o vídeo Viver, Experimentar e Sentir:

Estamos entre os melhores, Eureka 2016!

Ao longo do ano, tanto a Rádio Maisnova 98,5 FM quanto a Rádio São Francisco SAT AM de Caxias do Sul, escolhem o melhor comercial que veiculou em cada emissora mês a mês.

No final do período um júri formado por profissionais das rádios e outros ligados a música, ao ensino e a produção musical escolhem o melhor comercial que veiculou em cada emissora e entre os 24 materiais escolhemos o melhor do ano que ganha o Grand Prix.

A SONA está concorrendo com três peças, duas em parceria com a Agência Positiva e uma com a Alvo Global.

Só clicar aqui e votar.

SONA recebe prêmio de Melhor Trilha Sonora no CineSerra 2016

A SONA – o som das ideias, produtora de Flores da Cunha, no 4ª CineSerra. A premiação foi anunciada no domingo, durante cerimonial realizado no Teatro do SESC. A produtora recebeu o prêmio de Melhor Trilha Sonora, pelo curta O Movimento do Escuro, de Alexandre Rossi. A trilha foi composta pelos músicos Daian Gobbi, Ricardo Mabilia e Rodrigo Marcon.
É o segundo prêmio da SONA com o curta, o primeiro foi Menção honrosa pelo desenho de som – Festival de Audiovisual de Belém (2015) e o curta acumula os prêmios Melhor direção – The monthly film festival – August edition (Glasgow, Reino Unido, 2015), Melhor filme de drama – Short of the month – August edition (Mumbai, India, 2015), Melhor atriz – Short of the month – August edition (Mumbai, India, 2015), e Melhor curta-metragem internacional – Festival Colchagua Cine (Chile, 2015) além de exibições em mais 30 festivais espalhados pelo mundo, com destaque para o 68º Festival de Cannes – Short Film Corner (França, 2015) e mostra competitiva do 43º Festival de Cinema de Gramado – Mostra Gaúcha de Curtas (Brasil, 2015).
Ficamos duplamente felizes com o prêmio de 3º Melhor Videoclipe para Amore – The Tarentinos, com direção de Juliano Carpeggiani. A canção do clipe tem letra e produção de Rodrigo Marcon e música de Ricardo Mabília, com participação de Angelo ‘Mestre’ Boscarini, Taisa Verdi e Gabi Appilt.

O diretor Alexandre Rossi recebeu o prêmio em nome da SONA.

O diretor Alexandre Rossi recebeu o prêmio em nome da SONA.

SONA é premiada em Belém

O-movimento---Fab

Entre mais de 370 obras inscritas na terceira edição do Festival de Audiovisual de Belém – FAB 2015, a SONA recebeu destaque com menção honrosa pelo desenho de som do curta O Movimento do Escuro.

Apesar de não possuir patrocínio para poder premiar os participantes, o Festival concede menções honrosas às obras que se destacaram na avaliação da curadoria e da comissão organizadora.

Confira a lista dos premiados aqui.

O-movimento---Pioneiro

Reprodução Jornal Pioneiro 10/11/15

O-movimento---Florense

Reprodução Jornal O Florense 13/11/15

Série Vindima da Imagem encerra temporada na TV Escola

Atendendo a pedidos, a série Vindima da Imagem, projeto de produção cinematográfica da União Européia realizado no Brasil que trata dos imigrantes italianos que chegaram no Brasil no início do século XX, vai ao ar na TV Escola de segunda a sábado de 29 fevereiro a 5 março, nos horários das 11h30, com reprise às 15h30.

À SONA, coube a edição de som e mixagem de sete dos doze curtas/documentários integrantes da série, além da criação da música tema da série. Destaque para o curta O País da Cocanha, de Juliano carpeggiani – Vencedor do VII Edizione – 2011 Perugia, Itália como Selezione Ufficiale Memorie Migranti e Seleção Oficial – Mostra Brasil Real no XVI Festival de Cinema Iberoamericano de São Paulo.

Confira as datas:

29/FEV – Segunda – Deus Abençoe Nosso Lar
01/MAR – Terça – Eu Te Abençoo Vida, Eu Te Abençoo
02/MAR – Quarta- O País Da Cocanha
03/MAR – Quinta – Porta El Progresso
04/MAR – Sexta – Sabores De Armelinda
05/MAR – Sábado – Vida Na Colônia

SONA recebe prêmio Eureka da Rádio São Francisco Sat

110503 Eureka Fenavindima (1)

O destaque foi para o jingle da XII Fenavindima, produzido em parceria com a Vitrine propaganda

A Sona produtora, a Vitrine propaganda e a Fenavindima receberam o prêmio Eureka de Criatividade em Rádio, concedido pela Rádio São Francisco Sat. A entrega dos certificados ocorreu na terça-feira, dia 3, na Vitrine propaganda. O objetivo do reconhecimento é incentivar a criatividade e valorizar o trabalho das agências.

110503 Eureka Fenavindima (2)

O jingle de 30’’ foi escolhido o melhor do mês de fevereiro e agora concorre ao Grand Prix, melhor comercial do ano na Rádio São Francisco e Mais Nova FM. Esta é terceira vez que a Sona recebe o prêmio.

O material foi totalmente produzido por músicos florenses. O arranjo foi criado por Ricardo Mabilia, a letra foi composta por Rodrigo Marcon e interpretada por Taísa Verdi e a locução foi assinada por Shamila Carpeggiani.

A palavra eureka é utilizada para celebrar uma descoberta, um achado. Então: Eureka!