‘Viver, Experimentar e Sentir’ é premiado no FIACULT

O vídeo promocional do Roteiro Termas e Longevidade nominado “Viver, Experimentar e Sentir” ficou classificado em terceiro lugar no Festival Internacional Audiovisual de Cultura e Turismo – FIACULT, na categoria Destinos: países, cidades e municípios.  O vídeo apresenta, em formato de curta metragem, as experiências proporcionadas pelo roteiro composto pelos municípios de Veranópolis, Vila Flores, Cotiporã, Protásio Alves e Nova Prata.

O Fiacult busca valorizar filmes e produções audiovisuais que promovam os setores do comércio, cultura e turismo. O vídeo concorreu com outros 41 inscritos de diversas regiões brasileiras e do exterior na categoria Destinos.  A pré-classificação aconteceu em Florianópolis e a final na cidade de Castel Franco / Itália, no final do mês de novembro. Conforme o regulamento, o terceiro lugar receberá um Certificado, que será enviado para Secretaria de Turismo de Veranópolis, hoje sede da coordenação do Roteiro Turístico Termas e Longevidade.

O vídeo, juntamente com os outros classificados, foi veiculado em painéis por uma semana na região do Vêneto, evidenciando a importância da participação no festival como mais uma forma de promover o turismo da região.

No ano passado, o vídeo promocional de Veranópolis ganhou o prêmio Cubo de Cristal na mesma categoria no Festival, avaliado entre 23 vídeos brasileiros e estrangeiros.

Confira o vídeo Viver, Experimentar e Sentir:

Estamos entre os melhores, Eureka 2016!

Ao longo do ano, tanto a Rádio Maisnova 98,5 FM quanto a Rádio São Francisco SAT AM de Caxias do Sul, escolhem o melhor comercial que veiculou em cada emissora mês a mês.

No final do período um júri formado por profissionais das rádios e outros ligados a música, ao ensino e a produção musical escolhem o melhor comercial que veiculou em cada emissora e entre os 24 materiais escolhemos o melhor do ano que ganha o Grand Prix.

A SONA está concorrendo com três peças, duas em parceria com a Agência Positiva e uma com a Alvo Global.

Só clicar aqui e votar.

SONA recebe prêmio de Melhor Trilha Sonora no CineSerra 2016

A SONA – o som das ideias, produtora de Flores da Cunha, no 4ª CineSerra. A premiação foi anunciada no domingo, durante cerimonial realizado no Teatro do SESC. A produtora recebeu o prêmio de Melhor Trilha Sonora, pelo curta O Movimento do Escuro, de Alexandre Rossi. A trilha foi composta pelos músicos Daian Gobbi, Ricardo Mabilia e Rodrigo Marcon.
É o segundo prêmio da SONA com o curta, o primeiro foi Menção honrosa pelo desenho de som – Festival de Audiovisual de Belém (2015) e o curta acumula os prêmios Melhor direção – The monthly film festival – August edition (Glasgow, Reino Unido, 2015), Melhor filme de drama – Short of the month – August edition (Mumbai, India, 2015), Melhor atriz – Short of the month – August edition (Mumbai, India, 2015), e Melhor curta-metragem internacional – Festival Colchagua Cine (Chile, 2015) além de exibições em mais 30 festivais espalhados pelo mundo, com destaque para o 68º Festival de Cannes – Short Film Corner (França, 2015) e mostra competitiva do 43º Festival de Cinema de Gramado – Mostra Gaúcha de Curtas (Brasil, 2015).
Ficamos duplamente felizes com o prêmio de 3º Melhor Videoclipe para Amore – The Tarentinos, com direção de Juliano Carpeggiani. A canção do clipe tem letra e produção de Rodrigo Marcon e música de Ricardo Mabília, com participação de Angelo ‘Mestre’ Boscarini, Taisa Verdi e Gabi Appilt.

O diretor Alexandre Rossi recebeu o prêmio em nome da SONA.

O diretor Alexandre Rossi recebeu o prêmio em nome da SONA.

SONA é premiada em Belém

O-movimento---Fab

Entre mais de 370 obras inscritas na terceira edição do Festival de Audiovisual de Belém – FAB 2015, a SONA recebeu destaque com menção honrosa pelo desenho de som do curta O Movimento do Escuro.

Apesar de não possuir patrocínio para poder premiar os participantes, o Festival concede menções honrosas às obras que se destacaram na avaliação da curadoria e da comissão organizadora.

Confira a lista dos premiados aqui.

O-movimento---Pioneiro

Reprodução Jornal Pioneiro 10/11/15

O-movimento---Florense

Reprodução Jornal O Florense 13/11/15

Il Paese Della Cuccagna: produção brasileira vence o Concorso Memorie Migranti na Itália

 

O curta-metragem ‘Il Paese Della Cuccagna (O País da Cocanha)  recebeu o primeiro lugar – prêmio “Vencedor Absoluto” – no festival audiovisual europeu sobre migração italiana, Concorso Memorie Migranti VII Edizione, realizado em Perugia. O documentário, dirigido por Juliano Carpeggiani, foi o representante brasileiro da competição e concorreu a dois prêmios: um na categoria produções profissionais acima de 15 minutos de duração e na categoria principal, chamada “Vincitore Assoluto”.

Realizado em Flores da Cunha, na Serra Gaúcha, o filme é inspirado no mito do País da Cocanha, difundido na Idade Média. O curta faz parte da série Vindima da Imagem, projeto de produção cinematográfica da União Européia realizado no Brasil que contém doze curtas/documentários, destes, sete contam com edição, desenho de som, trilha sonora e mixagem da SONA. O País da Cocanha – também conquistou a Seleção Oficial – Mostra Brasil Real  no XVI Festival de Cinema Iberoamericano de São Paulo.

A notícia completa, pode ser conferida aqui.

SONA recebe prêmio Eureka da Rádio São Francisco Sat

110503 Eureka Fenavindima (1)

O destaque foi para o jingle da XII Fenavindima, produzido em parceria com a Vitrine propaganda

A Sona produtora, a Vitrine propaganda e a Fenavindima receberam o prêmio Eureka de Criatividade em Rádio, concedido pela Rádio São Francisco Sat. A entrega dos certificados ocorreu na terça-feira, dia 3, na Vitrine propaganda. O objetivo do reconhecimento é incentivar a criatividade e valorizar o trabalho das agências.

110503 Eureka Fenavindima (2)

O jingle de 30’’ foi escolhido o melhor do mês de fevereiro e agora concorre ao Grand Prix, melhor comercial do ano na Rádio São Francisco e Mais Nova FM. Esta é terceira vez que a Sona recebe o prêmio.

O material foi totalmente produzido por músicos florenses. O arranjo foi criado por Ricardo Mabilia, a letra foi composta por Rodrigo Marcon e interpretada por Taísa Verdi e a locução foi assinada por Shamila Carpeggiani.

A palavra eureka é utilizada para celebrar uma descoberta, um achado. Então: Eureka!